“Snapgram”? Porque o Instagram se aproximou tanto do Snapchat

ago 09 2016

Imagem extraída de: http://www.intermidiabrasil.com.br/diferencas-instagram-snapchat/

Números recentes mostram o crescimento significativo do Snapchat que, por sua vez, já vale uns 16 Bilhões de Dólares. Dados de uma matéria que saiu no IDG Now há alguns dias, apontam que há uma base estimada de 150 milhões de usuários na plataforma mais volátil de todos os tempos. Outra matéria do mesmo veículo sinaliza que, de acordo com um estudo recente da comScore, 38% dos usuários de smartphone dos EUA com idades entre 25 e 34 anos agora estão no Snapchat; além dos 14% acima de 35 anos que já usam o aplicativo.

Um infográfico produzido pelo Excelacom aponta que em um minuto, quase 528 mil Snaps são produzidos, enquanto pouco mais de 38 mil posts são feitos no Instagram…

Então por que o espanto quando o Instagram (Stories) COPIA a funcionalidade do Snapchat em sua plataforma? Surpresa alguma, pessoal! Os números acima são mais do que justificativas para o lançamento da funcionalidade pelo Instagram.

E o que mais podemos destacar?

-       o Instagram tem uma base de mais de 500 milhões de contas ativas (dados G1). Com isso, pode potencializar essa base oferecendo uma função que apenas o Snapchat possuía: a publicação de vídeos curtos que se apagam em pouco tempo.

-       O Instagram tem a possibilidade de oferecer a funcionalidade do concorrente a um mercado que não entendia como funcionava o Snapchat.

-       O Instagram tem condições de oferecer às marcas (que são quem paga a conta, afinal) a possibilidade de publicar histórias rápidas sem sair da plataforma deles. Sem que essas marcas precisem ter conta em duas plataformas de mídias sociais diferentes!

O que nos resta saber é como o Snapchat vai reagir a uma investida como essa. Vai sobreviver? As pessoas continuarão a usá-lo? Será que terá o mesmo destino que o Orkut teve com a agressiva entrada do Facebook?

A se pensar…e a se acompanhar, claro!

Texto meu originalmente publicado no Blog Relações: http://blogrp.todomundorp.com.br/2016/08/snapgram-porque-o-instagram-se-aproximou-tanto-do-snapchat/

No responses yet

O que aprendemos com o tombo de Luiza Trajano em 6 constatações

ago 09 2016

Imagem extraída de: http://www.infomoney.com.br/magazineluiza/noticia/5408998/depois-queda-redencao-empresa-luiza-trajano-dispara-600-mesesPrimeiramente, vale contextualizar, rapidamente, quem é Luiza Trajano! Ela é a dona do Magazine Luiza, uma das maiores redes varejistas do Brasil. Uma de nossas maiores empreendedoras e uma das referências no mundo dos negócios.

Feitas as devidas colocações, vamos ao ocorrido no último dia 19 de Julho de 2016, data em que Luiza foi uma das selecionadas para carregar a tocha olímpica. Emocionada, infelizmente, Luiza perdeu o equilíbrio e veio a cair durante o seu trajeto. Fato esse que você consegue visualizar no Youtube, no vídeo aqui, lá pelo minuto 1’03.

Ela não foi a primeira a cair na função de condutora. Outras pessoas passaram pelo mesmo. Tal fato passaria despercebido, não fosse ela uma pessoa de vulto e importância no cenário dos negócios.

Eis que a própria Luiza fez um post em seu perfil de Facebook falando que #cairfazparte e que se trata de uma alegria conseguir se levantar. Primeiro gol (1) da nossa personagem em questão.

O segundo golaço (2) correu por conta da sua equipe de comunicação e marketing nas lojas que comanda, o Magazine Luiza. A equipe propôs uma super promoção usando a mesma hashtag #cairfazparte com descontos de até 70% e frete grátis. Ainda por cima, mencionaram, respeitosamente, mas com humor, a Dona Luiza, como a chamam por lá e disseram que ela estava bem.

Outros gols que conseguiram fazer, na minha opinião:

(3) usaram o famoso marketing de tempo real;

(4) fizeram do limão, uma limonada usando bom humor, o tom das redes;

(5) conseguiram repercussão e visibilidade para a marca;

(6) não procuraram (nem Luiza, nem sua instituição), omitir ou abafar o fato.

Muitas vezes, é de um simples tombo que se vai dar a volta por cima. Parabéns aos envolvidos.

Texto meu originalmente publicado no Blog Relações: http://blogrp.todomundorp.com.br/2016/07/tombo-luiza-trajano/

No responses yet

O que podemos aprender com Pokémon Go do ponto de vista corporativo e/ou criativo

ago 09 2016

Img extraída do site TechTudoO que vale ser discutido, a meu ver, são os usos corporativos ou criativos que o jogo permite.

O McDonald’s Japão (segundo matéria da M&M), por exemplo, confirmou que todos os seus 30 mil restaurantes no país teriam sua localização patrocinada no jogo. O que isso nos indica? Que o público alvo das lanchonetes está consumindo o jogo e para potencializar a visitação em seus pontos de venda, a rede acredita na estratégia de tê-los por perto. Uma vez ali dentro, a chance de consumir algo, na minha opinião, é enorme.

Outros usos muito interessantes que pude observar foram:

-       A Prefeitura de Esteio/RS convidou as pessoas a “caçarem” cães abandonados ao invés dos bichinhos virtuais. O que isso nos indica? Que a Prefeitura, inteligentemente, se valeu de um conteúdo que está viral na rede e no boca a boca das pessoas para chamar a atenção para uma causa. Tem a ver com real time marketing.

-       Um hospital infantil de Michigan/EUA (C.S. Mott Children) está incentivando seus pacientes, que são crianças, a saírem de seus quartos para caçarem Pokémons. O que isso nos indica? É um meio de fazer com que as crianças se movimentem, se distraiam e usem o jogo para esquecer, ainda que momentaneamente, a sua condição. O que isso nos indica? Que o jogo pode servir de estímulo para a realização de atividades. Imaginem a aplicação que o jogo pode ter em atividades lúdicas e de movimentação em escolas?

-       O Metrô de São Paulo aproveitou para transmitir um recado: cuidado com a sua própria segurança ao jogar! De novo, real time marketing.

-       Um padre convidou fiéis e “prospects”  a caçarem Pokémons em sua paróquia. Com isso, acredita estar atraindo mais gente! O padre está mais antenado que muita marca por aí. ;-)

Algumas possibilidades:

-       se você tem um ponto de venda, convide pessoas para jogar em seu estabelecimento, ofereça descontos ou vantagens para quem está ali, potencialize a visita de quem não estaria ali, não fosse pelo jogo.

-       Mostre que tem gente capturando Pokémons em seu ponto de venda, registre as imagens, espalhe-as nas plataformas de mídias sociais.

-       Valha-se do boca a boca que pode ser gerado em função dessa ação, estimule as pessoas a compartilharem localização, registrar a movimentação em mídias sociais.

Conhece outros usos inusitados ou criativos? Sinalize aqui!

No responses yet

Economia criativa é tema do Congresso Abrapcorp, em SP

mai 04 2016

O X Congresso Brasileiro Científico de Comunicação Organizacional e de Relações Públicas, Abrapcorp 2016, acontecerá entre os dias 17 e 20 de maio na Universidade Anhembi Morumbi, em São Paulo, SP.

 O evento terá como tema “Comunicação, Economia Criativa e Organizações”, destacando e explorando um assunto que ganha forma e abordagem aprofundada a partir do reconhecimento mundial dos benefícios econômicos e sociais gerados nestes novos modelos de gestão. No X Abrapcorp, a temática será abordada de forma transdisciplinar, com convidados das áreas de economia e de comunicação dialogando a partir de suas respectivas expertises.

A taxa de inscrição varia conforme o perfil do inscrito, sócios da Abrapcorp, alunos de graduação têm descontos e podem realizar inscrições até 10 de maio.

A programação conta com um curso pré-congresso sobre Economia Criativa: conceito e prática; Conferência com a especialista internacional Morag Shiach da Mary Queen University of London; painéis sobre o cenário das Indústrias Criativas e cases de mercado, oficinas para alunos de graduação e profissionais de mercado, o Prêmio Abrapcorp e apresentações de trabalhos nos Grupos de Pesquisa e no Espaço de Iniciação Científica.

Mais informações:

Acesse o site e as redes sociais da Abrapcorp e tenha mais informações sobre o Congresso: www.abrapcorp.org.br

https://www.facebook.com/pages/Abrapcorp/1530556147196300?ref=hl

https://twitter.com/_Abrapcorp_

Ou entre em contato com a Secretaria Abrapcorp: secretaria@abrapcorp.org.br, (11) 3091-2949 – de segunda a sexta-feira com Mariana das 9h às 18h.

No responses yet

Cursos diversos nas áreas de mídias sociais, RP Digitais, conteúdo e gestão de crises

mar 21 2016

O momento é de crise, mas nunca para ESTUDAR! Oportunidades para cursos ligados à RP Digitais, Mídias Sociais, Gestão de Crises etc:

Curso ONLINE de RP Digitais (RPSchool): http://todomundoprecisadeumrp.com.br/course/social-midia-rp-digitais/

Cursos rápidos na ABRACOM, em SP:

Cursos livres na Cásper Líbero, em SP

Estou te esperando em todos! :-)

No responses yet

Vagas na área de RP em todo Brasil

mar 16 2016

O site NEUVOO destaca uma série de vagas para a área de RP. Para acessar todas as vagas disponíveis no Brasil, clique aqui.

Entre os destaques:

Relações Públicas – MG

Relações Públicas – GO

Relações Públicas – PR

Estágio em Relações Públicas – SP

Assessora De Relações Públicas – SP

Programa de Estágio – RJ

Para consultar vagas de outros países, acesse:

Além do Brasil, o site Neuvoo está disponível nos seguintes países:

Emirados Árabes Unidos | Argentina | Áustria | Austrália | Bélgica | Bahrein | Brasil | Canadá | Suíça |

Chile | Colômbia | República Checa | Alemanha | Egito | Espanha | França | Reino Unido | Grécia |

Hong Kong |Hungria | Indonésia | Irlanda | Índia | Itália | Japão | Kuwait | Cazaquistão | Luxemburgo |

México | | Nigéria | Holanda | Noruega | Nova Zelândia | Omã | Peru | Polônia | Portugal | Catar |

Romênia | Rússia |Arábia Saudita | Suécia | Singapura | Turquia | Republika Chińska | Ucrânia | EUA |

Venezuela | África do Sul

 

No responses yet

[e-book gratuito] Comunicação, Cultura e Mídias Sociais

mar 14 2016

O e-book “Comunicação, Cultura e Mídias Sociais” traz centenas de artigos relativos ao congresso Ibercom, ocorrido na USP, no ano de 2015. Dentre os artigos disponíveis, a colunista do Blog Relações, @carolterra, fala sobre os formadores de opinião online como uma figura influenciadora para a Comunicação das Organizações. O artigo está entre as páginas 4817 a 4827.

Para baixar o e-book completo, basta acessar aqui.

No responses yet

[e-book gratuito] Interação organizacional na sociedade em rede

fev 22 2016

Com organização de dois professores espanhóis (José Miguel Túñez López e Carmen Costa-Sánchez), o livro “Interação organizacional na sociedade em rede. Os novos caminhos da comunicação na gestão das relações com os públicos” reúne acadêmicos do Brasil, Portugal e Espanha que debatem a comunicação digital e seus impactos nas organizações, tanto brasileiras quanto europeias.

Para baixar o livro, basta acessar: http://www.cuadernosartesanos.org/068/cuadernos/cac102.pdf.

 

No responses yet

[e-book gratuito] O que será tendência em 2016 na área de mídias sociais

dez 17 2015

[E-BOOK GRATUITO]

O pessoal do Quero Ser Social Media convidou alguns profissionais e estudiosos do mercado de digital e social media para compartilharem suas impressões para o ano de 2016 sobre o que vem pela frente.

Data Intelligence & BI; Real Time Marketing; Mobile; Inbound Marketing; Construção de mensagens com significado; Vídeos; Plataformas como Periscope e Snapchat; Branded content; Jogos Olímpico e Paralímpicos Rio 2016; streaming e inovação na estética são algumas das tendências mencionadas.

Para baixar o material, GRATUITAMENTE, é só acessar o link: http://bit.ly/qssmtrends.

No responses yet

[livro] A imagem artística sob o olhar das Relações Públicas

dez 03 2015

Com prefácio de Margarida Kunsch, Kátia Mendes Barros explora em seu livro “A imagem artística sob o olhar das RP”, como a atividade de Relações Públicas pode ser aproveitada também no universo de cantores, músicos, artistas e celebridades.

Mais informações sobre a autora e sua obra podem ser obtidas na fanpage: https://www.facebook.com/aimagemartisticasoboolhardasrelacoespublicas?fref=ts.

 

 

No responses yet

Older posts »