Faça o download gratuito do livro “Relações Públicas, Tecnologia e Públicos”

nov 21 2013

Um tema que perpassa todos os capítulos deste livro é a percepção de que os indivíduos hoje não são somente receptores, mas também produtores de conteúdo – algo que é proporcionado pela web 2.0. No contexto da comunicação organizacional, especialmente no que diz respeito ao relacionamento entre as organizações e seus públicos, percebe-se uma mudança de paradigma. A organização passa a não ser mais a única detentora do discurso sobre si e divide este papel com atores sociais que produzem conteúdo e o divulgam através das redes sociais digitais. São indivíduos ‘comuns’ que interagem entre si e com as organizações e que expressam, para uma audiência cada vez mais numerosa, suas emoções, ideias, opiniões. E as organizações se veem chamadas a interagir neste universo, a se expressar em meio a todas estas vozes, a dialogar com os internautas, num espaço onde as comunicações são cada vez mais públicas.

Para o profissional de relações públicas, esta possibilidade de relacionamento com os públicos através da internet, em tempo real e sem intermediações, confere grandes possibilidades de estabelecer vínculos cada vez mais efetivos e afetivos com todos que se relacionam com as organizações. Mas também acarreta novas responsabilidades. O cuidado com o que se diz, a consciência de que os conceitos tradicionais de produção e recepção foram alterados e o reconhecimento da capacidade argumentativa e difusora de conteúdo dos seus interlocutores são alguns exemplos das inúmeras questões às quais as organizações devem passar a se atentar.

Justamente para contribuir com as discussões a respeito dessas problemáticas é que surge esta obra. Formado por sete capítulos, o livro, em formato digital, traz a visão dos seus autores sobre a atuação on-line das organizações e a forma de elas se relacionarem com seus públicos na ambiência digital.

Relações públicas tecnologia e públicos

Organizador: Elizabeth Huber Moreira e Mônica Pons
Área: Ciências Sociais Aplicadas
Ano: 2013
Páginas: 121
Formato: E-book – A4
ISBN: 978-85-7578-360-3

No responses yet

Pedro Cabral lança site que oferece publicidade on demand para usuário trocar por conteúdo premium

mar 26 2013

O mercado digital inaugura uma nova era com a chegada do Contplay, serviço digital para consumidores que promete revolucionar a relação entre público, anunciantes e distribuidores de conteúdo. O lançamento pertence ao Evolution, fundo de investimentos do tipo Venture Capital com base em São Paulo (SP) e que tem como CEO e principal investidor o executivo Pedro Cabral, além do grupo Aegis, um dos líderes mundiais em comunicação e mídia digital.

 Por meio do site www.contplay.com o usuário pode fazer login, informar seus interesses e assistir comerciais de 30” de acordo com suas preferências. Ao final, deve responder qual a marca do comercial, garantindo assim que assistiu o vídeo inteiro. Automaticamente recebe pontos para trocar a qualquer momento por conteúdo premium, como músicas, filmes, Apps, jornais, revistas e livros, em um modelo de consumo inédito, já que o anúncio “remunera” o consumidor. Os comerciais podem ser assistidos quando o usuário desejar e todos os filmes publicitários apresentados correspondem ao universo de temas de sua escolha, sejam eles decoração, esporte, automóveis, viagens, saúde, bem-estar, entre várias outras possibilidades existentes no site.

“O Contplay muda o cenário atual, pois tem a missão de ser uma mídia de performance que financia a distribuição de conteúdo”, observa Cabral. Deste modo, consumidor, anunciante e distribuidor de conteúdo estabelecem um relacionamento inovador e baseado em interesses mútuos. “Todos são beneficiados sem que exista imposição de anúncio ao público, ausência de remuneração do conteúdo distribuído nem falta de afinidade com a marca veiculada”, explica Cabral. “Em resumo, o Contplay faz uma intermediação inteligente do contato entre consumidores e anunciantes na qual todos ganham”.

Segundo pesquisa da Interactive Advertising Bureau Brasil (IAB-Brasil) realizada em 2012 com mais de 2.075 internautas, a publicidade digital é a que tem melhor receptividade e admiração do público se comparada com a publicidade veiculada em TV, rádio, revistas e jornais. Para 49% das pessoas ouvidas na pesquisa, os anúncios na internet são os mais criativos e inovadores; 37% os consideram os mais verossímeis; para 36% são os que incomodam menos e, para 40%, são os anúncios mais evidentes.

Projeto desenvolvido ao longo dos últimos três anos e de autoria de Pedro Cabral, o Contplay deve atingir todos os públicos, desde o adolescente que gosta de games até o empresário que baixa Apps para organizar a agenda e aprecia filmes. O serviço é multiplataforma e poderá ser utilizado em smartphones, tablets e smartTV nos sistemas IOS/Apple e Android. Outro destaque é sua característica social. No site, é possível interagir com os demais usuários, descobrir afinidades, ver as preferências de consumo de amigos, trocar dicas, entre outras opções de interação, inclusive com compartilhamento em redes sociais como Facebook, Twitter e Pinterest.

Cada vez mais as pessoas consomem conteúdo premium, on demand e pagam por isso. Estes produtos são distribuídos pelo IBA (revistas, jornais e livros), iTunes, GooglePlay, Amazon, Netflix, e muitos outros. O novo site já selou parceria com o IBA, ligado ao grupo Abril, e está em fase de integração com iTunes (da Apple), Google Play e SKY Online. Após um período de teste de seis semanas, o Contplay será oficialmente aberto ao público. A expectativa é que até o final de 2013 o serviço reúna mais de um milhão de consumidores.

Trata-se de um formato inusitado de oferecer conteúdo publicitário. Vamos acompanhar!

Mais informações:

Elisandra Escudero – elisandra.escudero@perspectivabrasil.com.br

Gabriela Garcia – gabriela.garcia@perspectivabrasil.com.br

Twitter: @perspectivapr

No responses yet

Lançamento de site, livro e vídeos marcam os 30 anos de carreira do RP Manoel Marcondes Neto

fev 20 2013

O cenário era desafiador e a verba, curta. Foi assim que em 2012, o profissional de Relações Públicas Manoel Marcondes Neto queria comemorar seus 30 anos de estrada, lançar seu website (www.rrpp.com.br), vídeos técnico-didáticos e seu quarto livro “A transparência é a alma do negócio: o que os 4 Rs das Relações Públicas podem fazer por você”.

Para isso, a estratégia foi distribuir a verba entre a mídia tradicional, na proporção de 15% e mídia digital, com 85% do total dos investimentos.

A primeira etapa consistiu na criação de uma logomarca para Marcondes que denotasse suas diferentes atividades como autor, consultor e professor-pesquisador.

Na mídia tradicional, o foco dos anúncios se deu em jornal com foco em públicos específicos de Economia, Gestão e Negócios, em veículos como O ESTADO DE S. PAULO e  VALOR ECONÔMICO. Os anúncios direcionavam o leitor para as ações interativas na internet.

No ambiente digital, foi criada uma fanpage com promoções, sorteios de livros, chats e interações. O Twitter  foi utilizado como suporte nas divulgações e o Youtube, aproveitado para a divulgação dos vídeos sobre o livro e website. Até mesmo investimentos em links patrocinados e compra de palavras no Google Adwords foram feitos para direcionar interessados na temática a encontrar informações a respeito do livro e website.

Em dois meses de ação, segundo dados da Mediterrânea Propaganda & Marketing Integrado, responsável pelo lançamento do livro e pela campanha, foram:

- 62.138 visualizações no Youtube

- 469 curtidas na Fanpage

- 89 seguidores adicionais no Twitter

- Matérias espontâneas publicadas em sites como Nós da Comunicação, Mundo do Marketing, Conferp, Blog Relações, RPitacos, InPress, Portal Making Of, entre outros.

Além das ações acima discutidas, a campanha ainda foi composta por banners no site PEGN, ações de sorteios e distribuição de livros, palestras, eventos e encontros em que Marcondes participou a convite de instituições diversas.

A campanha teve início em 27 de março e encerrou-se a 21 de dezembro de 2012.

One response so far

As inscrições para a pós-graduação em Relações Públicas da FBB (Salvador/BA) vão até o dia 1º de fevereiro

jan 28 2013

As inscrições para o processo seletivo da quarta turma do curso de pós-graduação Especialização Gestão Estratégica em Relações Públicas (EGERP) encerram-se no próximo dia 1º de fevereiro de 2013 e podem ser realizadas através do endereço http://www.egerp.com.br. As aulas começam nos dias 23 e 24 de fevereiro, com o professor doutor Wilson da Costa Bueno, que ministra a disciplina Comunicação e Relacionamento com Públicos Internos.

Corpo docente de destaque

O corpo docente do EGERP é considerado um dos melhores do Brasil porque conta com os mais renomados professores da área de Relações Públicas do país, tais como Margarida Kunsch, Fábio França, Maria Aparecida Ferrari, Cicilia Peruzzo, Wilson da Costa Bueno, Luiz Alberto de Farias, Rudimar Baldissera, dentre outros importantes professores da área.

Conteúdo programático

São três módulos com um total de 15 disciplinas, dentre as quais Fundamentos de Relações Públicas; Públicos em Relações Públicas; Ética e Legislação em Relações Públicas; Relações Públicas no Contexto Contemporâneo; Metodologia da Pesquisa Científica em Relações Públicas; Comunicação e Relacionamento com os Públicos Internos; Comunicação e Relacionamento com a Mídia; Comunicação e Relações Públicas Comunitárias; Comunicação e Relações Públicas Governamentais; Comunicação, Marketing e Relações Públicas Digitais; Gestão de Relações Públicas na Comunicação Integrada; Gestão Estratégica da Comunicação Organizacional; Relações Públicas, Meio Ambiente e Sustentabilidade; Relações Públicas e Gestão de Crise de Imagem; e, Administração e Gestão de Eventos.

Carga-horária, periodicidade e horários do curso

A carga-horária total do curso é de 500 horas, distribuídas entre 384 horas de disciplinas e 116 destinadas à monografia. As aulas acontecem uma vez por mês, no sábado e domingo, de 8h as 12h e de 14h as 18h, e está previsto para ser concluído em um ano e meio (18 meses).

Públicos interessados

Profissionais de Comunicação - Jornalistas, relações-públicas, publicitários e demais profissionais de comunicação que atuem ou desejem atuar com gestão comunicacional nas organizações.

Profissionais de ADM e outras áreas das Ciências Humanas - Profissionais de marketing, recursos humanos, administradores em geral, psicólogos, turismólogos, teólogos, secretários executivos, pedagogos e outros profissionais que desejem se aprofundar no conhecimento sobre gestão da comunicação e dos relacionamentos nas organizações, relações institucionais ou relações com diversos públicos estratégicos, tais como imprensa, comunidade, governo, clientes, fornecedores, dentre outros.

Outros profissionais - Profissionais que atuam em veículos de comunicação, agências de publicidade, assessorias de imprensa e de comunicação, além de pessoas de outras áreas interessadas em ampliar suas perspectivas profissionais, se qualificando para atuar na área de comunicação nas organizações.

Investimento

O valor do investimento do EGERP é de R$ 12.420,00, que podem ser pagos em até 36 parcelas.

Confira as formas de pagamento:

• 18 parcelas de R$ 690,00;

• 24 parcelas de R$ 517,50;

• 30 parcelas de R$ 414,00;

• 36 parcelas de R$ 345,00;

• 10% para pagamento das mensalidades com cheques pré-datados;

• 15% para pagamento antecipado dos módulos;

• 30% para pagamento do curso à vista.

 

Coordenação

Prof. Ms. Marcello Chamusca - Doutorando em Educação; mestre em Planejamento Territorial e Desenvolvimento Social; pós-graduado em Educação Superior e Novas Tecnologias; graduado em Relações Públicas; pesquisador da área de cibercultura vinculado ao CNPq, desde 2006. Coordenador do MBA em Mídias Sociais e do curso de pós-graduação Gestão Estratégica em Relações Públicas da Faculdade Batista Brasileira (FBB); professor convidado de outros nove cursos de pós-graduação no Brasil, incluindo o MBA em Marketing Digital da FGV (SP, SC e MG). Além disso, é professor do curso de Administração de Empresas da Faculdade Batista Brasileira (FBB) e professor convidado do curso de Relações Públicas da Universidade do Estado da Bahia (UNEB). Atualmente é presidente da Associação Latino-americana de Relações Públicas (ALARP-Brasil), membro do Conselho de Relações Públicas do Centro Interamericano de Comunicação (CIC), membro associado da Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação (INTERCOM) e da Associação Brasileira de Pesquisadores da Comunicação Organizacional e Relações Públicas (ABRAPCORP). Também compõe o comitê internacional da Cúpula Latino-Americana de Comunicadores, desde 2005. Conferencista internacional com mais de 100 conferências e palestras realizadas em 9 países da Europa, América Latina e Caribe. É diretor geral do Portal RP-Bahia; editor do Guia de Relações Públicas na Internet, da revista digital RP em Revista, do boletim Orgulho de Ser RP e do jornal digital Plantão RP-Online, além de colunista do Portal Nós da Comunicação e da Revista PQN e blogueiro mantenedor dos blogs CORP-Online, Ciberpúblicos, Observatório da Comunicação Urbana e Empreendedorismo On-line. Atua como CEO da VNI Comunicação Estratégica e Digital e como consultor de Comunicação Social e Relações Públicas, com trabalhos realizados/em andamento na Secretaria de Turismo do Estado da Bahia (SETUR-BA), Odebrecht S/A, Coelba/Neoenergia, Global S/A, Instituto Procardíaco, Apae Salvador, dentre outras. É organizador dos e-books Relações Públicas Digitais (2010), Comunicação e Marketing Digitais (2011) e Relações Públicas Digitais 2.0 (2011); autor dos livros Relações Públicas do Brasil (2007) e Processos Infocomunicacionais e Dinâmicas Territoriais na Cidade Contemporânea (2011); autor de cerca de 80 artigos publicados em livros e periódicos científicos da área de comunicação e educação, além de diversos artigos apresentados/publicados em anais de eventos nacionais e internacionais, no Brasil e no exterior. Foi professor do curso de Administração de Empresas no Instituto Federal da Bahia – IFBA (2009/2011), coordenador dos cursos de Relações Públicas (2007/2009) e Publicidade e Propaganda (2009) da Faculdade Isaac Newton; professor da Universidade Salvador – UNIFACS (2007/2009); coordenador geral da campanha nacional de valorização da profissão de relações públicas (2006/2007) e membro das comissões organizadora e científica da Cúpula Iberoamericana de Comunicadores (2006/2007).

 

Mais informações

www.egerp.com.br / (71) 3233-3236 / 3484-4930 / 9987-6936

mchamusca@gmail.com

No responses yet

Infográficos são parte da estratégia de divulgação, comunicação e relacionamento das marcas

dez 12 2012

Sabemos que a web e as mídias sociais trouxeram uma nova linguagem visual, comunicativa e de relacionamento entre organizações e seus públicos, clientes, interessados, fãs etc.

Uma das formas de maior sucesso e que atinge os usuários das redes são as imagens e, mais recentemente, os famosos e “da moda” infográficos.

Outras razões pelas quais os infográficos fazem sucesso são o seu apelo visual e as características de imediatismo, simplismo e reducionismo que nós, leitores e consumidores das mídias sociais, temos.

Os infográficos reúnem textos curtos, gráficos, imagens, dados e informações com grande potencial de compartilhamento.

Essa semana recebi três infográficos da Bauducco que utilizam essa linguagem para contar a história dos 60 anos da empresa, como se dá o processo de fabricação do panettone e o terceiro sobre as tradições do Natal. Os três estão integrados graficamente e trabalham informações curiosas, que despertam o interesse do leitor. Seria uma união entre o storytelling e um novo formato comunicacional?

Para ver os infográficos citados:

Uma história irresistível: http://bit.ly/VRKJSa

Como começa o melhor do Natal:  http://bit.ly/VRLlav

Tradições Natalinas: http://bit.ly/VRLjzw

O celeiro dos infográficos tem sido o Pinterest. Para conhecer os que eu compartilhei, acesse: http://pinterest.com/carolterra/. Outra excelente fonte é o próprio Facebook.

E você o que acha do infográfico como estratégia de comunicação?

2 responses so far

Edelman Significa reúne blogueiros, acadêmicos e profissionais para discutir os desafios das marcas para engajarem seus públicos

dez 05 2012

O I Encontro Edelman Significa com blogueiros e especialistas de comunicação aconteceu na última semana de novembro na sede da agência, em São Paulo. Durante uma manhã, foram discutidas questões comuns aos participantes – os desafios das marcas para engajarem seus públicos em um mundo em rápida transformação, no qual as conversas estão fragmentadas e o indivíduo tem cada vez mais poder. Estiveram presentes Lívia Santos e Pedro Prochno, do Blog Relações, Maria Aparecida Ferrari, professora pesquisadora do departamento de Relações Públicas da Universidade de São Paulo, Rodrigo Capella, editor do blog PR Interview e professor nas universidades Anhanguera e UNA BH e Ricardo Saldanha, presidente do Instituto Intranet Portal e Colunista no HSM Blog/Update or Die. Pela agência, participaram Yacoff Sarkovas, CEO, Rodolfo Araújo, líder do núcleo de conhecimento e inovação, Fábio Siqueira, da área Digital e Luisa Lima, assessora de comunicação.

A diversidade de competências e especialidades levou a uma conversa rica. Entre os principais tópicos, destacam-se:

  • O papel da marca para além das transações comerciais ao figurar como principal simbologia cultural de uma empresa e sua oferta, sendo o ponto de partida para a construção de relacionamentos;
  • A função da comunicação neste contexto;
  • A contribuição e relevância das mídias digitais e o valor estratégico dos outros meios;
  • Os desafios de mensuração: como transpor a lógica quantitativa e avaliar a qualidade das relações?
  • A formação dos novos profissionais de comunicação e a contribuição atual do meio acadêmico.

Os melhores momentos do encontro foram registrados no vídeo abaixo:

Destaque para os meus queridos companheiros de Blog Relações, @PedroProchno e @LíviaSantos.

Mais informações sobre a Edelman Significa: http://www.edelman.com.br/

No responses yet

Pague com cartão, faça check in, recomende o estabelecimento e ainda gere conteúdo para o proprietário

nov 28 2012

Espantou-se com a quantidade de tarefas de uma só vez? Pois, trata-se de realidade! A proposta da Cielo Brasil é exatamente prover todas essas ações de uma só vez, via maquininha.

Em parceria com o Facebook, a solução B2B2C (business-to-business-to-consumer) oferece a possibilidade ao lojista de incorporar, além do pagamento com o cartão via máquina da Cielo, uma check in do cliente via FB e também uma recomendação. E ao fazer isso, o cliente tem possibilidade de resgatar prêmios. É o reconhecimento do estabelecimento para quem gera conteúdo positivo e, automaticamente, aumenta a visibilidade.

A iniciativa está em fase beta e terá início em 06/12, na grande SP e Campinas.

Para participar, os clientes e lojistas devem acessar a fanpage da Cielo Linkci no FB e começar.

Para saber mais sobre o projeto que, na minha opinião, é uma proposta de integração do on e off-line (aliás, uma super tendência da comunicação e do marketing digitais), acesse: a própria página da Cielo no Facebook (http://www.facebook.com/cielolinkci).

No responses yet

Estratégia para vender água (e bem estar) passa pelas redes sociais

out 30 2012

A aposta da Bonafont para apresentar aos usuários/clientes o seu desafio é pelo uso e compartilhamento via mídias sociais. A marca acredita que as pessoas se sentem mais responsabilizadas se compartilham seus objetivos nos canais de mídia social. Portanto, o conceito que baliza a campanha da Experiência 15 é: “o sucesso de uma promessa é proporcional ao número de amigos com os quais você compartilha o objetivo”.

A Experiência 15 consiste em um aplicativo na fanpage da BonafontBrasil que estimula as pessoas a criarem hábitos mais saudáveis usando o serviço de compartilhamento na rede social, trazendo à vida o poder de compartilhar com o grupo.

Um outro aplicativo compartilhador de pensamentos leves, no estilo mais compartilhador das redes, completa a fanpage: http://www.facebook.com/BonafontBrasil/app_222765684501025.

Segundo dados da Agência Espalhe, responsável pela disseminação da campanha, o aplicativo Experiência 15 já foi baixado mais de 1200 de vezes.

Complementa a estratégia da campanha em mídias sociais a série de três vídeos disponíveis no Youtube, dois deles com Cynthia Howlett e Dú Moscovis:

http://youtu.be/Uei-6eVUQ54

http://youtu.be/UsC_Hn85bb0

http://youtu.be/9DeQRBmaEYA

Resta-nos saber se a estratégia em mídias sociais está ajudando realmente a incrementar o faturamento ou se apenas dá alguma visibilidade para a marca. Também gostaria de saber se o fato de alguém conhecido fazer o desafio encoraja outros. Quem sabe?

À propósito, já tentou o desafio? ;-)

No responses yet

Mídias sociais permitem que você seja o técnico do time e que conheça mais a respeito de um ponto turístico. Como? Eu explico!

out 06 2012

Sou apaixonada por iniciativas inteligentes e bem planejadas de mídias sociais. Até aí, nenhuma novidade. O que me chamou a atenção nos últimos dias foram duas ações que posso classificar como sensacionais.

A primeira vem de Portugal e é uma ideia simples, mas genial: a calçada de Chiado, em Lisboa, traz um QR Code com informações a respeito daquele ponto. O turista aciona o seu leitor de QR Code e passa a ter acesso a conteúdo sobre aquele local. A iniciativa foi levada também para Barcelona e dizem por aí que vão trazê-la também para as calçadas do Rio de Janeiro. Matam-se “dois coelhos com uma paulada só”: une-se a tradição dos trabalhos dos calceteiros e o vigor, a rapidez, a capacidade de gerar hiperlinks das mídias sociais.

A segunda ideia que mexe com o on e o off-line vem da África do Sul, da cerveja Carling Black Label Beer e a proposta é empoderar o torcedor de futebol como sendo o técnico os times que gosta (Be the Coach).

A empresa promoveu um torneio entre dois times de futebol rivais – Kaizer Chiefs e Orlando Pirates – em que os torcedores poderiam se transformar nos técnicos. Comprando a cerveja, o torcedor tinha acesso a um código que deveria ser usado para interagir com a marca via smartphones. Em posse do código, o usuário podia fazer substituições ao vivo, escolher quem saía jogando e quem ficava no banco. Como resultado da ação interativa e participativa (veja o vídeo aqui), a marca registrou 10 milhões e meio de votos em sete semanas de campeonato, aumento de 450% na fanpage da Carling, 600% de aumento no número de seguidores no Twitter e 83 milhões de Rands (moeda local) foram gerados em mídia espontânea. E o jogo em si, não poderia ter terminado melhor: uma final com disputa de pênaltis, mostrando que as escolhas do consumidor foram, no mínimo, adequadas, pois ambos os times chegaram competitivos ao fim.

Quer mais do que isso? O tremendo engajamento gerado com a marca por meio de uma ação como essa.

O grande desafio daqui pra frente? Manter esse público todo engajado, envolvido e participativo nas iniciativas da marca. Gol da Carling, na minha opinião!

Ah, sobre o QR Code, quem sabe ao subir as escadarias do Cristo Redentor, no RJ, a gente não tenha acesso a informações históricas, olhando-se, simplesmente, para o chão! J

 

OS: obrigada, @Juliana Monteiro, pelas dicas de ações.

Este post foi originalmente publicado no Blog Relações em 05/10/2012.

No responses yet

Projeto Brasil Banda Larga: seja voluntário

out 03 2012

Pela primeira vez no país, a qualidade da banda larga que as operadoras fornecem será avaliada e para isso, são necessários voluntários do Brasil todo, sobretudo nas regiões centro oeste, norte e nordeste.

A medição será por meio de um medidor, que será instalado no computador, e serão verificados: velocidade, perda de pacotes, entre outros indicadores de qualidade. Quem autorizar a instalação do equipamento vai receber um relatório mensal com a medição dos dados individuais da conexão. Para se voluntariar, basta se inscrever no site www.brasilbandalarga.com.br.

O usuário que for selecionado para o programa receberá o equipamento de medição no endereço cadastrado.

O programa por região vai permitir que a Anatel cobre, multe e, efetivamente, faça com que as operadoras melhorem a qualidade do serviço prestado.  Para isto é importante a adesão de milhares de pessoas.  A medição deve começar em outubro, mas é importante o engajamento de voluntários, principalmente, nos estados das regiões centro oeste, norte e nordeste, que ainda, está bem abaixo da meta da amostragem.

Não dá mais para pensar em Internet (redes sociais, blogs etc) sem uma banda larga de qualidade. Seja agente nesta mudança. O resultado da aferição será uma importante ferramenta para todos os usuários de internet no país.

Para acompanhar o projeto no Twitter, basta seguir @BRBandalarga.

No responses yet

Older posts »